Skip to topic | Skip to bottom
Home
Ilanet
Working on page action in claims



  • Página sem formatação (Page without formatting)?
  • Clique (Click) em Visualizar impressão (Print Preview).



Express Persona
Ilanet Ágora
Main Blog

  • Linux Powered

  • Download Mozilla Firefox Browser

  • Use OpenOffice.org

Ilanet.UpdatingGovernancer1.29 - 11 Nov 2017 - 11:16 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions

Assessment in governance: Governance model


Updating governance / Governança que atualiza: Global Challenge / Desafio global. Remodelling Global Cooperation: Claims in practice 2017 / Remodelando a Cooperação Global: Reivindicações em prática 2017. Forming a coalition of people to develop a competition entry. / Formando uma coalizão de pessoas para desenvolver uma entrada de competição, 21 September / set. 2017. Available from / Disponível em < http://www.ilanet.com.br/cgi-local/portal/bin/view/Ilanet/UpdatingGovernance?skin=print.pattern >. access on / Acesso em 21 September / set. 2017.


1. Abstract / Resumo (no more than 1000 words / não mais do que 1000 palavras)


The abstract must summarize the design of the model, including the institutions, regulations, decision-making paths and control mechanisms it involves, as well as how key individuals and other decision-making bodies are to be appointed. O resumo deve descrever o design do modelo, incluindo as instituições, os regulamentos, os caminhos de decisão e os mecanismos de controle envolvidos, bem como a forma como os principais indivíduos e outros órgãos de decisão serão nomeados.


Attributed to economists Tyler Cowen and Alex Tabarrok, price is described as a “signal wrapped in an incentive.” (1). According to Stark (2), "The most obvious way to attack the bitcoin blockchain would be to gain control of a majority of the network's hashing power – a so-called 51 percent attack – which would let an attacker reliably censor transactions and even change the past state of the blockchain." Stark asserts that "As of August 16, 2017, the cost of a 51 percent attack on bitcoin would be around $1.88 billion in hardware and $3.4 million in electricity every day." It is difficult to imagine "objects" like bitcoin or blockchain without a discipline of deepening knowledge about mathematical education. Without the conscious and rational intention of "thinking" about conquering global governance over bitcoin's assets, there is no way to imagine what could be a "so-called" 51 percent attack. There seem to be no natural incentives or signals to foster concern about the development of global cooperation or governance models. This text is the result of consciously thinking about cooperation and global governance throughout the year 2017. "Governance is a very general concept that can refer to all manner of entities. Equally, this generality means that governance is often defined more narrowly to refer to a particular 'level' of governance associated with a type of organization (including public governance, global governance, non-profit governance, corporate governance, and project governance), a particular 'field' of governance associated with a type of activity or outcome (including environmental governance, Internet governance, and information technology governance), or a particular 'model' of governance, often derived as an empirical or normative theory (including regulatory governance, participatory governance, multilevel governance, metagovernance, and collaborative governance). Governance can be used not only to describe these diverse topics but also to define normative or practical agendas for them. Normative concepts of fair governance or good governance are common among political, public sector, voluntary, and private sector organizations" (3). Unconsciously, power-knowledge systems may change. Changes could happen in power, in knowledge, or both. The notion of epistemological rupture, atributted to Gaston Bachelard, describes a kind of event "where an unconscious obstacle to scientific thought is thoroughly ruptured or broken away from." (4) This is an update of an authority personal system that has operated since 2003. Several of the described devices already existed and were developed in several knowledge-intensive experiences in the areas of knowledge management, information and communication technologies, corporate education, strategic maps, business management, project management, process management, and innovation. Until the announcement of the challenge proposed by the Global Challenges Foundation (5) there was no incentive to describe the model of governance adopted in the authority personal system until then. The system preferably adopts a virtual approach and can be described as "a collateral virtual channel for fair development of mobility and value dynamics in knowledge contexts." Over the past nine months in which the challenge posed by the Global Challenges Foundation was active, a number of improvements and new devices were designed and implemented, including an up-to-date representation of the governance model. This proposal, named Updating Governance, recognizes an updating "practice" as essential to addressing global challenges. According to the framework proposed by Chia and MacKay (6), practices are "temporarily unfolding and spatially dispersed nexus of doings and sayings", organized around "shared practical understanding." Still according to these authors: "[...] What it does mean is to assume a post-processual stance which: 1) places ontological primacy on practices rather than actors; 2) philosophically privileges practice-complexes rather than actors and things as the locus of analysis; and 3) makes the locus of explanation the field of practices rather than the intentions of individuals and organizations [...]"; "[...] For practice theorists it is the internalized practices or schemata of action [or what Bourdieu, 1990, call habitus] that are the real 'authors' of everyday coping action. This kind of practical intelligence is defined by an absence of a proper locus of agency; individuality is construed as a secondary effect of primary practice. [...]." Also for Chia and MacKay (6) strategy [are] historically and culturally shaped and observed regularities. The authority personal system and governance model presented in this text have been theoretically sampled against coherence, beyond some known and even some unexpected harmful practices. Among harmful practices are prevalence of bad politicians, speculative bubbles, market failure, and asymmetry. The main purpose of the authority personal system is to identify, select and assess investment strategies. The system highlights coherent entities to support the enactment of the most relevant investment strategy. The personal system considers nine cases to identify, select and assess investment strategies. The cases are: diversity, decisions, settings, sharing, [challenge], exposure, commons, goals, and truthfulness. The compatibility of the previous nine cases was verified with the assessment criteria proposed by the Global Challenges Foundation for the Prize Competition: resources and financing, core values, flexibility, accountability, [challenge], effectiveness, decision-making capacity, protection against the abuse of power, and, trust and insight. The applicability of the nine cases was also verified for the following points, that took into consideration the eventual emergence of strategic contradictions: structure, rigour, competition, accessibility, [sustainability], engagement, risk, focus, and boundary. Following the work of Lengnick-Hall and Wolff (7), strategy research streams can be cathegorized in three core logics, showing similarities and contradictions. An adaptation of the logics proposed by these authors was produced to meet the demands of the challenge proposed by the Global Challenges Foundation. Of the three possible logics, capacity, disequilibrium, and survivability, the logic of disequilibrium seemed to be the most appropriate to handle global challenges. The three logics must be considered together in order to identify the formation of contradictions, both internal and in relation to the dynamics of the environment. Just for illustration, the nine points of the disequilibrium logic are: competition, interruption, advantage, renewal, [timer], transaction, exchanges, client, change. Atribuído aos economistas Tyler Cowen e Alex Tabarrok, o preço é descrito como um "sinal envolto em um incentivo" (1). De acordo com Stark (2), "a maneira mais óbvia de atacar a cadeia de bitcoin seria o controle de uma maioria do poder de hashing da rede - um chamado ataque de 51 por cento - o que permitiria que um atacante censurasse transações e até mudasse o estado passado da cadeia de blocos". Stark afirma que "a partir de 16 de agosto de 2017, o custo de um ataque de 51 por cento no bitcoin seria de US $ 1,88 bilhão em hardware e US $ 3,4 milhões em eletricidade todos os dias". É difícil imaginar "objetos" como o bitcoin ou o blockchain sem uma disciplina de aprofundamento do conhecimento sobre educação matemática. Sem a intenção consciente e racional de "pensar" em conquistar a governança global sobre o patrimônio de bitcoin, não há como imaginar o que poderia ser um "chamado" ataque de 51 por cento. Parece não haver incentivos ou sinais naturais que favoreçam a preocupação com o desenvolvimento de modelos de cooperação ou governança global. Este texto é o resultado de pensar conscientemente sobre cooperação e governança global ao longo do ano de 2017. "Governança é um conceito muito geral que pode se referir a todos os tipos de entidades. Igualmente, essa generalidade significa que a governança é muitas vezes definida de forma mais restrita para se referir a um 'nível' particular de governança associado a um tipo de organização (incluindo governança pública, governança global, governança sem fins lucrativos, governança corporativa e governança de projetos), um 'campo' específico de governança associado a um tipo de atividade ou resultado (incluindo governança ambiental, governança da Internet e governança de tecnologia da informação) ou um "modelo" particular de governança, muitas vezes derivado de uma teoria empírica ou normativa (incluindo governança regulatória, governança participativa, governança multinível, metagovernança e governança colaborativa). A governança pode ser usada não só para descrever esses temas diversos, mas também para definir agendas normativas ou práticas para eles. Os conceitos normativos de governança justa ou boa governança são comuns entre os setores político, público, voluntário e organizações do setor privado" (3). Inconscientemente, os sistemas de poder-conhecimento podem mudar. As mudanças podem acontecer no poder, no conhecimento ou em ambos. A noção de ruptura epistemológica, atribuída a Gaston Bachelard, descreve uma espécie de evento "onde um obstáculo inconsciente ao pensamento científico é completamente rompido ou quebrado" (4). Este é o relato da atualização, ao longo do ano de 2017, de um sistema pessoal em autoridade que opera desde 2003. Vários dos dispositivos descritos já existiam e foram desenvolvidos em diversas experiências intensivas em conhecimento nas áreas de gestão do conhecimento, tecnologias de informação e comunicação, educação corporativa, mapas estratégicos, gestão de negócios, gestão de projetos, gestão de processos e inovação. Até o anúncio do desafio proposto pela Global Challenges Foundation (5) não houve incentivo para descrever o modelo de governança adotado no sistema pessoal em autoridade até então. O sistema adota preferencialmente uma abordagem virtual e pode ser descrito como "um canal virtual acessório para o desenvolvimento justo de dinâmicas de mobilidade e valor em contextos de conhecimento". Ao longo dos cerca de nove meses, em que o desafio proposto pela Global Challenges Foundation esteve ativo, diversas melhorias e novos dispositivos foram concebidos e implementados, incluindo uma representação atualizada do modelo de governança. Esta proposta, chamada de Governança que atualiza, reconhece que uma "prática" de atualização é essencial para enfrentar os desafios globais. De acordo com o quadro proposto por Chia e MacKay (6), práticas são "nexos de fazeres e dizeres espacialmente dispersos e que se desdobram temporariamente", organizados em torno de "compreensão prática compartilhada". Ainda de acordo com esses autores: "O que isto significa é assumir uma postura pós-processual, que: 1) coloca primazia ontológica sobre as práticas, em vez de atores, 2) filosoficamente privilegia complexos-de-práticas, em vez de atores e coisas como locus de análise e 3) faz do campo das práticas o locus de explicação, em vez das intenções dos indivíduos e das organizações [...]"; "[...] Para os teóricos da prática são as práticas internalizadas ou esquemas de ação [ou o que Bourdieu, 1990, chama de habitus] que são os autores reais da ação diária de enfrentamento. Este tipo de inteligência prática é definida pela ausência de um locus apropriado de agência; a individualidade é interpretada como um efeito secundário da prática primária. [...]". Também para Chia e MacKay (6) a estratégia [são] regularidades histórica e culturalmente moldadas e observadas. O sistema pessoal de autoridade e o modelo de governança apresentados neste texto foram teoricamente amostrados contra a coerência, além de algumas conhecidas e até mesmo inesperadas práticas nocivas. Entre as práticas nocivas estão a prevalência de políticos ruins, bolhas especulativas, falhas de mercado e assimetria. O principal objetivo do sistema pessoal em autoridade é identificar, selecionar e avaliar estratégias de investimento. O sistema destaca entidades coerentes para apoiar a concretização da estratégia de investimento mais relevante. O sistema pessoal considera nove casos para identificar, selecionar e avaliar estratégias de investimento. Os casos são: diversidade, decisões, configurações, compartilhamento, [desafio], exposição, [bens] comuns, objetivos e veracidade. A compatibilidade dos nove casos anteriores foi verificada com os critérios de avaliação propostos pela Global Challenges Foundation para a Competição pelo Prêmio: recursos e financiamento, valores fundamentais, flexibilidade, responsabilidade, [desafio], eficácia, capacidade de tomada de decisão, proteção contra o abuso de poder, e, confiança e percepção. A aplicabilidade dos nove casos também foi verificada para os seguintes pontos, que levaram em consideração o eventual surgimento de contradições estratégicas: estrutura, rigor, concorrência, acessibilidade, [sustentabilidade], envolvimento, risco, foco e fronteira. Seguindo o trabalho de Lengnick-Hall e Wolff (7), os fluxos de pesquisa estratégica podem ser categorizados em três lógicas principais, mostrando semelhanças e contradições. Uma adaptação das lógicas propostas por estes autores foi produzida para atender as demandas do desafio proposto pela Global Challenges Foundation. Das três lógicas possíveis, capacidade, desequilíbrio e capacidade de sobrevivência, a lógica de desequilíbrio pareceu ser a mais apropriada para dar conta de desafios globais. As três lógicas devem ser consideradas em conjunto para que seja possível identificar a formação de contradições, tanto internas como com relação à dinâmica do ambiente. Apenas para ilustração, os nove pontos da lógica de desequilíbrio são: competição, interrupção, vantagem, renovação, [cronômetro], transação, intercâmbios, cliente, mudança.


2. Description of the Model / Descrição do Modelo (no more than 5500 words / não mais de 5500 palavras)


The document must be divided into subsections with clear and descriptive headings. The Participant must clearly define the functions of the various components, their areas of responsibility and the extent of their decision-making mandate. Also, describe how the model is meant to manage both current and emerging challenges and risks. O documento deve ser dividido em subsecções com títulos claros e descritivos. O Participante deve definir claramente as funções dos vários componentes, suas áreas de responsabilidade e a extensão do seu mandato de tomada de decisão. Além disso, descreva como o modelo tem como objetivo gerenciar desafios e riscos atuais e emergentes.


Strategic map and linkages / Mapa estratégico e ligações


The public page, named Systems in authority (8), presents the strategic map of both the proposed system and model. The Systems in authority page also connects and represents all developments carried out throughout the year of 2017. The page was printed in .pdf and is available in the Attachments section. A página pública, denominada Sistemas em autoridade (8), apresenta o mapa estratégico do sistema e do modelo propostos. A página Sistemas em autoridade também conecta e representa todos os desenvolvimentos realizados ao longo do ano de 2017. A página foi impressa em .pdf e está disponível na seção Anexos.


Conscious stimuli for improvement / Estímulos conscientes para melhoria


Three "loose" components of the authority personal system and governance model indicated in this proposal were already widely used prior to the challenge of the Global Challenges Foundation: the coordinated educational initiative, the communication platform and the knowledge base. All three components were born and evolved from the implementation, since 1999, of formal postgraduate disciplines on knowledge management and innovation in strategic business management programs. These educational programs had varied duration that reached 12 weeks. All of them included the perspective of knowledge production established from a strategic vision debated and selected during the first educational activities. The production of knowledge was realized as a single block that began and ended with each educational program. The deadline offered by the Global Challenges Foundation for proposal preparation (9) has been extended to several months requiring a reconfiguration of existing practices. It was necessary to regulate production capacity and rethink the organization of production. The solution adopted was to create cores, which were performed in periods of one or two weeks. With the cores it was possible to equalize the deadline offered and the productive capacity. Thus, from April 2017, another component of the system and model presented, the production organization. Três componentes "soltos" do sistema pessoal de autoridade e modelo de governança indicados nesta proposta já eram utilizados com frequência antes do recebimento do desafio proposto pela Global Challenges Foundation: a iniciativa educativa coordenada, a plataforma de comunicação e a base de conhecimento. Todos os três componentes nasceram e evoluíram a partir da execução, desde 1999, de disciplinas formais de pós-graduação sobre gestão do conhecimento e inovação em programas de gestão de negócios estratégicos. Esses programas educacionais tiveram duração variada que chegou a 12 semanas. Todos eles incluíram a perspectiva de produção do conhecimento estabelecida a partir de uma visão estratégica debatida e selecionada durante as primeiras atividades educativas. A produção do conhecimento era realizada como um bloco único que começava e terminava com cada programa educacional. O prazo oferecido pela Global Challenges Foundation para a preparação de propostas (9) foi ampliado para vários meses exigindo uma reconfiguração das práticas vigentes. Foi necessário regular a capacidade de produção e repensar a organização da produção. A solução adotada foi a de criar núcleos, que foram realizados em períodos de uma ou duas semanas. Com os núcleos foi possível equalizar o prazo oferecido e a capacidade produtiva. Surgiu assim, a partir de abril de 2017, mais um componente do sistema e modelo apresentados, a organização em produção.


An inspiration many years ago / Uma inspiração há muitos anos


Between 2003 and 2006, during the development of a survey on safety and security qualities in virtual infrastructures, an "electronic organization model was identified as a framework within which local authorities and other public service providers [could] develop their own agendas of e-government." (10) The original document setting up the model is one of the annexes to this proposal [ieg2statement.pdf]. Figure 1, page 14, is highlighted. The document was published by Halton's local government district, which is classified as a town or district that is an administrative unit, in particular. The model suggests in its architecture five sets of devices and services: transactions, access channels, enablers, electronic business, and organizational development. The model suggested in this proposal is inspired by Halton. The set of devices and services originally classified as electronic business has evolved into policy [method] development. The other sets were considered and integrated in other developments to compose the dynamic model presented in this proposal. The five sets of devices and services, inspired by the model proposed by the Halton Council in 2002, are described below. Entre 2003 e 2006, durante o desenvolvimento de uma pesquisa sobre qualidades de segurança, interna e externa, em infraestruturas virtuais, identificou-se um "modelo de organização eletrônica como um quadro dentro do qual as autoridades locais e outros prestadores de serviços públicos [pudessem] desenvolver suas próprias agendas de governo eletrônico" (10). O documento original que instituía o modelo é um dos anexos desta proposta. Destaca-se a Figura 1, apresentada na página 14. O documento foi publicado pelo distrito do governo local de Halton, classificado como uma cidade ou distrito que é uma unidade administrativa, em particular. O modelo sugere, em sua arquitetura, cinco conjuntos de dispositivos e serviços: transações, canais de acesso, habilitadores, negócios eletrônicos e desenvolvimento organizacional. O modelo sugerido nesta proposta é inspirado em Halton. O conjunto de dispositivos e serviços originalmente classificado como negócios eletrônicos evoluiu para desenvolvimento de métodos [políticas]. Os demais conjuntos foram considerados e integrados em outros desenvolvimentos para compor o modelo dinâmico apresentado nesta proposta. Os cinco conjuntos de dispositivos e serviços, inspirados no modelo proposto pelo Conselho de Halton em 2002, são descritos a seguir.


Transactions / Transações


Coherent entities / Entidades coerentes


Assuming that governance frameworks are directly related to modes of production, we could say that different governance frameworks co-exist and combine in a hybrid economy. Governance frameworks may be very different in social character and functioning, reflecting very different cultures, religions, social rules and histories. Governance frameworks can have variable influence on each other. A equivalence assessment of governance frameworks, such as the five sets model presented here, could help identify patterns and commonalities. The bitcoin crypto-coin is considered as one of the coherent entity cases of this proposal. One of the possibilities identified in the history of the development of global governance models is common currencies. There are many discussions about whether bitcoin is even a coin. During the period in which the challenge posed by the Global Challenges Foundation was active, bitcoin remained an option that allows it to be characterized as money, that is, a unit of account, a store of value, and a medium of exchange. Supondo que estruturas de governança estão diretamente relacionadas a modos de produção, poderíamos dizer que diferentes estruturas de governança coexistem e se combinam em uma economia híbrida. Estruturas de governança podem ser muito diferentes em caráter social e funcionamento, refletindo culturas, religiões, regras sociais e histórias muito diferentes. Estruturas de governança podem ter influência variável umas sobre as outras. Uma avaliação da equivalência de estruturas de governança, como o modelo de cinco conjuntos apresentado aqui, pode ajudar a identificar padrões e pontos comuns. A cripto-moeda bitcoin é considerada como um dos casos de entidade coerente desta proposta. Uma das possibilidades identificadas na história do desenvolvimento de modelos globais de governança são as moedas comuns. Existem muitas discussões sobre se o bitcoin é mesmo uma moeda. Durante o período em que o desafio proposto pela Global Challenges Foundation esteve ativo, o bitcoin se manteve como uma opção que permite caracterizá-lo como dinheiro, ou seja, uma unidade de medida, uma reserva de valor, e, um meio de troca.


Global reach / Alcance global


"Economics is the study of choice: how people and groups of people respond to incentives" (2). The Global Challenges Foundation asks the participant to provide convincing arguments as to how the proposed model meets the assessment criteria. One of the first assumptions adopted for the proposed system and model is that the user can make his own settings. This premise aims to meet the flexibility requirement: "[...] a successful governance model must contain mechanisms that allow for revisions and improvements to be made to its structure and components." Ideally it is expected that the system's difficulty settings can be selectable by the user, and that challenge-monitoring adaptive features are available. The system should therefore be simple, inexpensive and accessible. At the end of January 2017, there was an interest in developing actions that could be carried out, at least in a similar way, anywhere in the world. Pricing and private property rights, fundamental economics principles, led the initiative to make deposits of crypto-currencies in different parts of the world. A first low value bank deposit was made in local currency in Brazil and converted into bitcoin. Part of the bitcoin value was transferred to an open account with a brokerage firm in the United States. A second bank deposit, also of low value, was made in local currency in Brazil and also converted into bitcoin. In this case, most of the bitcoin value was transferred to a new account opened at a brokerage in China. The value of bitcoin multiplied by three between the two deposits. With this simple exercise, it was possible to establish knowledge connections with the United States and China, but mainly to establish measurable incentives for the proposed system and model. The fees were paid in Brazil for transfers. The withdrawal of amounts deposited abroad is also subject to fees. It was found that it was possible to create users in both foreign countries and make transactions following local criteria. Crypto-currency deposits, and bitcoin deposits in particular, in foreign brokerage firms could be used as a global action metaphor that can be performed anywhere in the world. As someone would expect, the requirements and criteria for opening accounts at different brokerages are also different. From the initial reviews, brokerages seem more prepared to deal with local audiences. For security, no option was made to use credit cards or mobile phone applications. The applications were also kept as an investment without the worry of making expenses payments. At the time of writing the proposal for the Global Challenges Foundation, the price of bitcoin remained above the price of the applications made. The volatility of bitcoin's value has been quite high and countries and companies are moving strongly to address emerging innovations. The accounts opened in the brokerages of the countries are active and the balance of the applications in Bitcoin is maintained. "A economia é o estudo da escolha: como pessoas e grupos de pessoas respondem a incentivos" (2). A Global Challenges Foundation pede ao participante que forneça argumentos convincentes sobre como o modelo proposto atende aos critérios de avaliação. Uma das primeiras premissas adotadas para o sistema e modelo proposto é que o usuário pode fazer suas próprias configurações. Esta premissa visa satisfazer o requisito de flexibilidade: "[...] um modelo de governança bem-sucedido deve conter mecanismos que permitam revisões e melhorias a serem feitas em sua estrutura e componentes". Idealmente, espera-se que as configurações de dificuldade do sistema possam ser selecionadas pelo usuário e que os recursos adaptativos de monitoramento de desafios estejam disponíveis. O sistema, portanto, deve ser simples, barato e acessível. No fim do mês de janeiro de 2017, surgiu o interesse em poder desenvolver ações que pudessem ser realizadas, de forma pelo menos similar, em qualquer parte do mundo. Preços e direitos à propriedade particular, princípios econômicos fundamentais, dirigiram a iniciativa de realizar depósitos de cripto-moedas em partes diferentes do mundo. Um primeiro depósito bancário de baixo valor foi feito em moeda local no Brasil e convertido em bitcoin. Parte do valor de bitcoin foi transferida para uma conta aberta em uma empresa de corretagem nos Estados Unidos. Um segundo depósito bancário, também de baixo valor, foi feito em moeda local no Brasil e também convertido em bitcoin. Neste caso, a maior parte do valor bitcoin foi transferida para uma nova conta aberta em uma corretora na China. O valor do bitcoin multiplicou-se por três entre os dois depósitos. Com este simples exercício, foi possível estabelecer conexões de conhecimento com os Estados Unidos e a China, mas principalmente para estabelecer incentivos mensuráveis para o sistema e modelo proposto. As taxas foram pagas no Brasil para transferências. A retirada de valores depositados no exterior também está sujeita a tarifas. Verificou-se que era possível criar usuários em ambos os países estrangeiros e fazer transações seguindo os critérios locais. Os depósitos de cripto-moedas, e de bitcoin em particular, em corretoras estrangeiras, poderiam ser usados como uma metáfora de ação global que pode ser realizada em qualquer lugar do mundo. Como alguém esperaria, os requisitos e critérios para abertura de contas em diferentes corretoras também são diferentes. A partir das revisões iniciais, as corretoras parecem mais preparadas para lidar com o público local. Por segurança, nenhuma opção foi feita para usar cartões de crédito ou aplicativos de telefonia móvel. As aplicações também foram mantidas como um investimento sem a preocupação de fazer pagamentos de despesas. No momento da redação da proposta para a Fundação Global Challenges, o preço do bitcoin permaneceu acima do preço das aplicações feitas. A volatilidade do valor do bitcoin tem sido bastante alta e os países e as empresas estão se movendo fortemente para abordar inovações emergentes. As contas abertas nas corretoras dos países estão ativas e o saldo das aplicações na Bitcoin é mantido.


Access channels / Canais de acesso


The proposed authority personal system and governance model are based on the assumption of channels operation and availability. Channels are the main alternative identified to establish restrictions and controls in the social situations of investments, payments, power, health, physical transport, production flow, education, communication, information or interaction. A discipline of channel governance including rules of specification, requirement, restriction or control must be carefully established from the characteristics of services such as centralization or decentralization, public or private services, etc. The integration of channels is a fundamental updating activity. It is only possible to face global challenges with channels that are continually exercised. In critical security situations, some channels are disabled or have their speed reduced. In these cases it is advisable to have alternative channels. It is also very important to facilitate the identification and access to channels ensuring that the diversity of demands has been taken into account. The communication platform presented in the following set of Enablers shall not be considered as an access channel. In some countries, for example, social media is prohibited, restricted, of a different kind, or following different rules. The same holds true even for crypto-currencies. It is only possible to know the conditions of operation and availability if the access channel is tried directly in the countries. The personal system in authority in use in this proposal is hosted in a large data provider located in the city of São Paulo, Brazil. This is a system developed in a open source content management application, similar to the application that supports Wikipedia. O sistema pessoal em autoridade e o modelo de governança propostos são baseados na suposição de disponibilidade e operação de canais. Os canais são a principal alternativa identificada para estabelecer restrições e controles nas situações sociais de investimentos, pagamentos, energia, saúde, transporte físico, fluxo de produção, educação, comunicação, informação ou interação. Uma disciplina de governança de canais, incluindo regras de especificação, exigência, restrição ou controle devem ser cuidadosamente estabelecidas a partir das características de serviços como centralização ou descentralização, serviços públicos ou privados etc. A integração de canais é uma atividade fundamental de atualização. Só é possível enfrentar desafios globais com canais que são continuamente exercitados. Em situações de segurança crítica, alguns canais são desabilitados ou têm sua velocidade reduzida. Nesses casos é aconselhável contar com canais alternativos. Também é importante facilitar a identificação e o acesso a canais garantindo que a diversidade de demandas foi levada em conta. A plataforma de comunicação apresentada no seguinte conjunto de habilitadores não deve ser considerada como um canal de acesso. Em alguns países, por exemplo, as mídias sociais são proibidas, restritas, de outro tipo ou seguindo regras diferentes. O mesmo vale para as cripto-moedas. Só é possível conhecer as condições de operação e disponibilidade se o canal de acesso for testado diretamente nos países. O sistema pessoal em autoridade em uso nesta proposta é hospedado em um grande provedor de dados localizado na cidade de São Paulo, Brasil. Este é um sistema desenvolvido em um aplicativo de gerenciamento de conteúdo de código aberto, semelhante ao aplicativo que sustenta a Wikipedia.


Enablers / Habilitadores


Coordinated educational initiative / Iniciativa educativa coordenada


A coordinated educational initiative was conducted between March 6 and September 30, 2017 to develop the knowledge needed to meet the challenge proposed. The initiative consisted of a complete course, formal, virtual, open, free, and available in Brazilian Portuguese and English languages. The course was called Governance in revision and was structured in four modules: Course opening, Inspiration, Organization and Assessment. More than 20 educational activities were carried out during the four modules of the course. Extensive indwelling with the concept of governance was proposed to meet global challenges. In addition to the concepts of practice and strategy, the concept of organization as a process was adopted, following the proposal of Bruno Maggi (11). Uma iniciativa educativa coordenada foi conduzida entre 6 de março e 30 de setembro de 2017, para desenvolver o conhecimento necessário para atender ao desafio proposto. A iniciativa constou de um curso completo, formal, virtual, aberto, livre, e, disponível nas línguas português do Brasil e inglês. O curso foi chamado de Governança em revisão e estava estruturado em 4 módulos: Abertura do curso, Inspiração, Organização e Avaliação. Mais de 20 atividades educacionais foram realizadas durante os quatro módulos do curso. Uma extensa convivência com o conceito de governança foi proposta para fazer frente a desafios globais. Além dos conceitos de prática e estratégia, o conceito de organização como processo foi adotado, seguindo a proposta de Bruno Maggi (11).


Communication platform / Plataforma de comunicação


The activities of the course were preferably virtual and Twitter was adopted as an official communication platform. Other social networks and channels were used only as support. The formal enrollment for the course was not required. The estimated value to certify the participation was set at 20 cents bitcoin. The payment of this amount was optional and should be the positive result of the negotiations and transactions produced during the course. An interaction on the issue of accessibility occurred during the course. Suggestions to improve accessibility to essential information on topics such as health, money and law, and to help facilitate access to accessible content have been proposed by the institution that introduces itself through < http://makeaccessible.org/ >. The prerequisite for the course was presented from the Japanese philosophical approach titled Wabi Sabi: Prioritization of a specific hamartia that can be worked out socially. The proposed definition of hamartia is: "universal human 'sin' (error and failure) incurred by blindly following the light of one's own intellect, something that can be 'repaired' with 'cracks' that become stronger and more valuable than the 'body'." As atividades do curso foram preferencialmente virtuais e o Twitter foi adotado como plataforma de comunicação oficial. Outras redes sociais e canais foram usados apenas como suporte. A inscrição formal para o curso não foi necessária. O valor estimado para certificar a participação foi estabelecido em 20 centavos de bitcoin. O pagamento deste valor foi opcional e deveria ser o resultado positivo das negociações e transações produzidos ao longo do curso. Uma interação sobre a questão de acessibilidade ocorreu durante o curso. Sugestões para melhorar a acessibilidade a informações essenciais sobre temas como saúde, dinheiro e legislação, e, para ajudar a facilitar o acesso ao conteúdo acessível foram propostas pela instituição que se apresenta a si mesma através de < http://makeaccessible.org/ >. O pré-requisito para o curso foi apresentado a partir da abordagem filosófica japonesa intitulada Wabi Sabi: Priorização de uma hamartia específica que possa ser trabalhada socialmente. A definição proposta de hamartia é: "'pecado' humano universal (erro e falha) incorrido ao seguir cegamente a luz do próprio intelecto, algo que pode ser 'reparado' com 'fissuras' que se tornam mais fortes e mais valiosas do que o 'corpo'".


Knowledge base / Base de conhecimento


A real knowledge base was created on February 14, 2017. The creation of a temporal knowledge base was necessary to facilitate the integration between the knowledge development activities and the communication platform. A public page for the year 2017 was created to represent the knowledge base. The registrations began on December 28, 2016 and the base is scaled to continue receiving registrations until the end of 2017. A new public page will be created to receive the registrations for the year 2018. It is a simple frame containing dates, entries with subjects that demonstrated the ability to guide the development of knowledge, and simple and direct references and links to knowledge production activities. Among the activities of production of knowledge, we highlight: (a) production cores, which will be detailed below, and, (b) stress test, which supported the development of knowledge for the planning of production cores, and the execution of "reality checks" that facilitated the verification of proposed concepts in real situations. The research methodology used in knowledge development activities is the grounded theory methodology proposed by Strauss and Corbin (12). Uma base de conhecimento real foi criada em 14 de fevereiro de 2017. A criação de uma base temporal de conhecimento foi necessária para facilitar a integração entre as atividades de desenvolvimento de conhecimento e a plataforma de comunicação. Uma página pública para o ano de 2017 foi criada para representar a base temporal de conhecimento. Os registros tiveram início no dia 28 de dezembro de 2016 e a base está dimensionada para continuar recebendo registros até o fim do ano de 2017. Uma nova página pública será criada para receber os registros do ano de 2018. Trata-se de um quadro simples contendo datas, verbetes com os assuntos que demonstraram a capacidade de nortear o desenvolvimento de conhecimento, e, referências e ligações simples e diretas para atividades de produção de conhecimento. Dentre as atividades de produção de conhecimento destacam-se: (a) núcleos de produção, que serão detalhados a seguir, e, (b) teste de estresse, que sustentou o desenvolvimento de conhecimento para o planejamento de núcleos de produção, e, a execução de procedimentos de "verificação de realidade", que facilitaram a verificação de conceitos propostos em situações reais. A metodologia de pesquisa utilizada nas atividades de desenvolvimento de conhecimento é a metodologia fundamentada em dados, proposta por Strauss e Corbin (12).


Policy development / Desenvolvimento de métodos


Production organization / Organização em produção


The development and production of knowledge can result in contradictions. This may be the main reason for establishing a production organization. The educational activities contribute but do not allow, mainly due to the anticipated time, the establishment of a robust production of knowledge. Specific time and resources need to be set aside to develop and produce valuable knowledge. O desenvolvimento e a produção de conhecimento podem resultar em contradições. Esta pode ser a razão principal para estabelecer uma organização de produção. As atividades educacionais contribuem mas não permitem, principalmente por conta do tempo previsto, o estabelecimento de uma produção robusta de conhecimento. É necessário reservar tempo e recursos específicos para desenvolver e produzir conhecimento valioso.


Production cores / Núcleos de produção


A "line" of production cores was specifically proposed to meet the knowledge demands generated by the challenge of the Global Challenges Foundation. The core production line, entitled Core Execution, was created "[W]hen the Global Challenges Foundation chose to extend the competition deadlines, [...]". The deadlines established for the development and production of knowledge were extended in four more months. It was necessary to make changes. There was more time available to work more deeply on course referral and the development of the subject. It was also possible to integrate the two approaches, course and subject, producing knowledge with more density and relevance. An unforeseen change of term has an impact on the time horizon and implies a revision of the knowledge strategy. The description of the knowledge strategy remained unchanged but its interpretation has changed. It was necessary to keep the course active and productive for a longer period of time. Further analysis on the adequacy of the knowledge strategy took into account the possibility of contradictions. Considering the interest in the specific theme of governance, the analysis could expand to the issue of contradictions in governance. The following production cores were made: level of governance, risk of modeling, knowledge development, measurable improvement, structure in organization development, regulation in communication, production in practice, efficiency in connectivity, connectivity in inspiration, risks in connectivity, governance in risks, risks in governance. A public page was created to maintain records and links to the production cores. Uma "linha" de núcleos de produção foi proposta especificamente para atender as demandas de conhecimento geradas pelo desafio da Global Challenges Foundation. A linha de núcleos de produção, intitulada Execução de núcleos, foi criada "quando a Global Challenges Foundation escolheu estender os prazos finais da competição". Os prazos estabelecidos para o desenvolvimento e produção do conhecimento foram ampliados em mais quatro meses. Foi necessário realizar mudanças. Havia mais tempo disponível para trabalhar com mais profundidade o encaminhamento do curso e o desenvolvimento do assunto. Também foi possível integrar as duas abordagens, curso e assunto, produzindo conhecimento com mais densidade e relevância. Uma mudança não prevista de prazo tem impacto sobre o horizonte de tempo e implica em uma revisão da estratégia de conhecimento. A descrição da estratégia de conhecimento permaneceu sem mudanças mas a sua interpretação mudou. Foi necessário manter o curso ativo e produtivo por um período maior de tempo. A análise mais aprofundada sobre a adequação da estratégia de conhecimento levou em conta a possibilidade de contradições. Considerando o interesse pelo tema específico de governança, a análise pôde se expandir para a questão de contradições em governança. Os seguintes núcleos de produção foram realizados: nível de governança, risco de modelagem, desenvolvimento em conhecimento, melhoria mensurável, estrutura em desenvolvimento de organização, regulação em comunicação, produção em prática, eficiência em conectividade, conectividade em inspiração, riscos em conectividade, governança em riscos, riscos em governança. Uma página pública foi criada para manter registros e ligações para os núcleos de produção.


Organizational development / Desenvolvimento organizacional


Global finance / Finanças globais


Opening accounts at crypto-currency brokers in different countries allowed us to identify different operating modes. Examples are the fees charged on withdrawals and transfers, the different currencies that can be bought, the different financial and investment operations. Specific tests with digital wallets were not conducted but at least one case was identified in which only residents of a certain region could have access to debit cards that allow transactions directly with the available balance in crypto-currencies. Abrir contas em corretoras de cripto-moedas de diferentes países permitiu identificar diferentes modos de operação. São exemplos: as tarifas cobradas em saques e transferências, as diferentes moedas que podem ser compradas, as diferentes operações financeiras e de investimentos. Não foram realizados testes específicos com carteiras digitais mas identificou-se pelo menos um caso em que apenas moradores de uma determinada região poderiam ter acesso a cartões de débito que permitem transações diretamente com o saldo disponível em cripto-moedas.


Pricing / Avaliação, Atribuição de preço, Preços


On January 31, 2017, shortly before the creation of the knowledge base, the decision was made to study the theme of change in price. We assumed that some indication of price, for the identification of signals and the evaluation of incentives, was necessary to represent the operation of the system and the model. As the certification of participation in the course created to meet the challenge of the Global Challenges Foundation could be paid in bitcoin, it was decided to use bitcoin as a reference price. Em 31 de janeiro de 2017, um pouco antes da criação da base de conhecimento, tomou-se a decisão de estudar o tema de mudança em preço. Assumimos que alguma indicação de preço, para a identificação de sinais e a avaliação de incentivos, era necessária para representar a operação do sistema e do modelo. Como a certificação de participação no curso criado para atender ao desafio da Global Challenges Foundation podia ser paga em bitcoin, optou-se por utilizar o bitcoin como referência de preço.


Transactions / Transações


Bitcoin has also been chosen as a currency to make it easier to conduct transactions anywhere in the world while preparing the proposal to meet the challenge of the Global Challenges Foundation. O bitcoin também foi escolhido como uma moeda para tornar mais fácil a realização de transações em qualquer lugar do mundo, durante a preparação da proposta para atender ao desafio da Global Challenges Foundation.


Promising futures / Futuros promissores


This proposal takes advantage of the development and knowledge of game theory. To develop awareness about the 51 percent attack, in the case of bitcoin structure analysis, it is necessary to move forward on the mathematical theories that approach the design of mechanisms. According to Stark (2): "Mechanism design is often referred to as reverse game theory because we start with a desired outcome and then work backwards to design a game that, if players pursue their own self interest, will produce the outcome we want." There is also a second reference of game theory (13) that was especially useful to help design the set of criteria that aims to demonstrate how the model presented meets the evaluation criteria proposed by the Global Challenges Foundation. Both game theory references are especially valuable to take a look at promising futures and new fields of development. A stream of knowledge that studies behavior in online games identifies player types: eager player, achiever, challenge-seeker, reluctant player, challenge-avoider, challenge-avoiding impression manager, explorer, creative tramps, virtual beggars, socializer, killer, troll, etc. Developing games that suit all types is a very complex task, if not impossible. Even so, it is advisable to evaluate different conflict response strategies. The authors of the referenced text present some suggestions to move towards the design of more interesting games for more diversified audiences. Suggestions are: control over the difficulty level, more difficulty goals achieving, user-selectable difficulty settings, challenge-monitoring adaptive features, amount of challenge adjusting. A set of nine "convincing arguments" is presented in the next chapter of the proposal. These suggestions for designing online games were included in the arguments at a stage prior to the final review of the evaluation criteria proposed by the Global Challenges Foundation. The previous stages of developing convincing arguments took into account the need for identification in only one word for each of the possibilities considered. Restricting the description of arguments in just one word took into account that using #hashtags on Twitter and eventually on other social networks would make it easier to communicate the arguments. The original source for the construction of the arguments is the realization that strategic logics should be analyzed according to the possibility of emergence of contradictions, according to the proposal of Lengnick-Hall and Wolff (7). It is easy to see differences in strategic logics when looking at different companies. Examples of capacity logic are: Cargill, Oracle, Boeing, Procter & Gamble, Disney. Examples of guerrilla logic (disequilibrium) are: Komatsu, Intel, US Army Special Forces Units. Examples of complexity logic (survivability) are: Southwest Airlines, Cisco Systems, Disaster Relief Organizations, Toyota. Each of the cases selected as convincing arguments received a significant sentence taken from a relevant reference identified in the surveys conducted. It is these cases and these references that inspire this proposal to continuously develop a model of global cooperation and governance that addresses global challenges. Esta proposta aproveita o desenvolvimento e o conhecimento de teoria dos jogos. Para desenvolver a consciência sobre o ataque de 51 por cento, no caso da análise da estrutura do bitcoin, é necessário avançar sobre as teorias matemáticas que abordam o projeto de mecanismos. De acordo com Stark (2): "O projeto de mecanismos é muitas vezes referido como a teoria reversa dos jogos porque começamos com um resultado desejado e depois trabalhamos para trás para projetar um jogo que, se os jogadores perseguirem seu próprio interesse, produzirá o resultado que queremos". Há também uma segunda referência de teoria dos jogos (13) que foi especialmente útil para ajudar a conceber o conjunto de critérios que tem como objetivo demonstrar como o modelo apresentado atende aos critérios de avaliação propostos pela Global Challenges Foundation. Ambas as referências de teoria dos jogos são especialmente valiosas para lançar um olhar sobre futuros promissores e novos campos de desenvolvimento. Desenvolver jogos que atendem todos os tipos é uma tarefa muito complexa, se não impossível. Mesmo assim, é recomendável avaliar diferentes estratégias de resposta em conflito. Os autores do texto referenciado apresentam algumas sugestões para avançar na direção do projeto de jogos mais interessantes para públicos mais diversificados. As sugestões são: controle sobre o nível de dificuldade, metas de dificuldade mais difíceis, configurações de dificuldade selecionáveis pelo usuário, recursos adaptativos de monitoramento de desafios, quantidade de ajuste de desafio. Um conjunto de nove "argumentos convincentes" é apresentado no próximo capítulo da proposta. Essas sugestões de projeto de jogos online foram incluídas nos argumentos em uma etapa anterior à análise final dos critérios de avaliação propostos pela Global Challenges Foundation. As etapas anteriores de desenvolvimento de argumentos convincentes levaram em conta a necessidade de identificação em apenas uma palavra para cada uma das possibilidades consideradas. A restrição de descrição de argumentos em apenas uma palavra levou em consideração que a utilização de #hashtags no Twitter e, eventualmente, em outras redes sociais, facilitaria a comunicação dos argumentos. A fonte original para a construção dos argumentos é a constatação de que lógicas estratégicas devem ser analisadas de acordo com a possibilidade de emergência de contradições, de acordo com a proposta de Lengnick-Hall e Wolff (7). É fácil perceber diferenças em lógicas estratégicas quando se observa diferentes empresas. São exemplos da lógica de capacidade: Cargill, Oracle, Boeing, Procter & Gamble, Disney. São exemplos da lógica de guerrilha (desequilíbrio): Komatsu, Intel, US Army Special Forces Units. São exemplos da lógica de complexidade (capacidade de sobrevivência): Southwest Airlines, Cisco Systems, organizações de ajuda em desastres, Toyota. Cada um dos casos selecionados como argumentos convincentes recebeu uma frase significativa retirada de uma referência relevante identificada nas pesquisas realizadas. São esses casos e essas referências que inspiram esta proposta de desenvolver continuamente um modelo de cooperação e governança global que permita enfrentar desafios globais.


3. Argumentation demonstrating how the model meets the assessment criteria / Argumentação demonstrando como o modelo atende aos critérios de avaliação (no more than 2750 words / não mais de 2750 palavras)


[...] provide convincing arguments as to how the proposed model meets the criterion / [...] fornecer argumentos convincentes sobre como o modelo proposto atende ao critério.


Investment strategy assessment / Avaliação da estratégia em investimento


The public page, named Investment strategy assessment (14), available through the page Systems in authority, presents a frame with the nine assessment cases for the proposed system and model: diversity, decisions, settings, sharing, [challenge], exposure, commons, goals, and truthfulness. The Investment strategy assessment page also connects and represents all the possibilities assessed throughout the year 2017. A página pública, denominada Avaliação de estratégia em investimento (14), disponível através da página Sistemas em autoridade, apresenta um quadro com os nove casos de avaliação para o sistema e modelo propostos: diversidade, decisões, configurações, compartilhamento, [desafio], exposição, [bens] comuns, objetivos e veracidade. A página Avaliação de estratégia em investimento também conecta e representa todas as possibilidades avaliadas ao longo do ano de 2017.


Global governance and cooperation cases / Casos de cooperação e governança global


Diversity / Diversidade [4. Resources and Financing. The governance model must have sufficient human and material resources at its disposal, and these resources must be financed in an equitable manner. / 4. Recursos e Financiamento. O modelo de governança deve ter recursos humanos e materiais suficientes à sua disposição, e esses recursos devem ser financiados de forma equitativa.]: "In a world of social, cultural and institutional diversity, can a new 'value system' incorporate the multiple values that are not recognized by capitalism, such as the care economy and domestic work?" / "Em um mundo de diversidade social, cultural e institucional, um novo 'sistema de valores' pode incorporar múltiplos valores que não são reconhecidos pelo capitalismo, como a economia de atenção e o trabalho doméstico? Reference available from < http://commonstransition.org/value-commons-economy/ >. access on 25 September 2017.

Decisions / Decisões [1. Core Values. Decisions within the governance model must be guided by the good of all humankind and by respect for the equal value of all human beings. / 1. Valores fundamentais. As decisões dentro do modelo de governança devem ser guiadas pelo bem de toda a humanidade e pelo respeito pelo valor igual de todos os seres humanos.]: "[...] the various forms of capitalism around the world, how societal well-being is strongly linked to enhanced competitiveness and productivity, and how a new generation of students wants to ensure that economic priorities meld well with societal needs." / "[...] as várias formas de capitalismo em todo o mundo, como o bem-estar social é fortemente ligado a uma maior competitividade e produtividade, e, como uma nova geração de estudantes quer garantir que as prioridades econômicas funcionem bem com as necessidades da sociedade". Reference available from < http://www.mckinsey.com/global-themes/meeting-societys-expectations/reimagining-capitalism-to-better-serve-society >. access on 25 September 2017.

Settings / Configurações [6. Flexibility. (Control) In order to be able to fulfil its objectives effectively, a successful governance model must contain mechanisms that allow for revisions and improvements to be made to its structure and components. / 6. Flexibilidade. (Controle) Para poder cumprir efetivamente seus objetivos, um modelo de governança bem-sucedido deve conter mecanismos que permitam revisões e melhorias a serem feitas na sua estrutura e componentes.]: "[...] start with a desired outcome and then work backwards to design a game that, if players pursue their own self interest, will produce the outcome we want." / "[...] comece com o resultado desejado e então trabalhe para trás para projetar um jogo que, se os jogadores perseguirem seu próprio interesse, produzirá o resultado que queremos". Reference available from < https://www.coindesk.com/making-sense-cryptoeconomics/ >. access on 25 September 2017.

Sharing / Compartilhamento [8. Accountability. (Settings, Features) It is a fundamental requirement of a successful governance model that it performs the tasks it has been charged with, and the governance model must include the power to hold the decision-makers accountable for their actions. / 8. Prestação de contas. (Configurações, Recursos) É um requisito fundamental de um modelo de governança bem-sucedido que ele executa as tarefas com que foi encarregado, e o modelo de governança deve incluir o poder de responsabilizar os decisores por suas ações.]: Close allies share affinities / Aliados próximos compartilham afinidades. Reference available from < https://www.reddit.com/r/Warframe/comments/4r9sdq/affinity_sharing_question/ >. access on 25 September 2017.

Challenge / Desafio: "[...] effective ways of making collectively binding, long-term decisions that take into account the interests of all those affected, including future generations." / "[...] maneiras eficazes de tomar decisões coletivas e de longo prazo que levem em consideração os interesses de todos os afetados, incluindo as futuras gerações". Reference available from < https://globalchallenges.org/en/the-prize/criteria >. access on 25 September 2017.

Exposure / Exposição [3. Effectiveness. The governance model must be capable of handling the global challenges and risks and include means to ensure implementation of decisions. / 3. Eficácia. O modelo de governança deve ser capaz de lidar com os desafios e riscos globais e incluir meios para garantir a implementação de decisões.]: Countries exposure differentiation in equity risks. / Diferenciação de exposição nos países em riscos patrimoniais. Reference available from < https://twitter.com/GregBittar/status/860661469603655681 >. access on 25 September 2017.

Commons / [Bens] comuns [2. Decision-Making Capacity. Decision-making within the governance model must generally be possible without crippling delays that prevent the challenges from being adequately addressed (e.g. due to parties exercising powers of veto). / 2. Capacidade de tomada de decisão. A tomada de decisões dentro do modelo de governança geralmente deve ser possível sem atrasos incapacitantes que impedem que os desafios sejam adequadamente abordados (por exemplo, devido às partes que exercem poderes de veto).]: "[H]ow far into the future should we track the consequences of our actions?" / "Quão longe no futuro devemos rastrear as conseqüências de nossas ações?". Reference available from < https://twitter.com/ChallengesFnd/status/857851892453568512/photo/1 >. access on 25 September 2017.

Goals / Objetivos [7. Protection against the Abuse of Power. (Settings, Features) A control system must be in place to take action if the organization should overstep its mandate, e.g. by unduly interfering with the internal affairs of nation-states or favouring the special interests of individuals, groups, organizations, states or groups of states. / 7. Proteção contra o abuso de poder. (Configurações, Recursos) Um sistema de controle deve estar posicionado para agir se a organização ultrapassar seu mandato, p. ex. interferindo indevidamente com os assuntos internos dos estados-nação ou favorecendo os interesses especiais de indivíduos, grupos, organizações, estados ou grupos de estados.]: "Don't let fear take us back to the old habits." / "Não deixe o medo nos levar de volta aos velhos hábitos". Reference available from < https://twitter.com/LRossiAuteur/status/781110229765423105/photo/1 >. access on 25 September 2017.

Truthfulness / Veracidade [5. Trust and Insight. The trust enjoyed by a successful governance model and its institutions relies on transparency and considerable insight into power structures and decision-making. / 5. Confiança e Insight. A confiança de um modelo de governança bem-sucedido e suas instituições depende da transparência e uma visão considerável das estruturas de poder e da tomada de decisões.]: "Jørgensen's Dilemma (15): Norms cannot be true or false. There might be alternative concepts to truth, e.g. validity or success." / "Dilema de Jørgensen (15): as normas não podem ser verdadeiras ou falsas. Podem existir conceitos alternativos para a verdade, por exemplo, validade ou sucesso". Reference available from < https://twitter.com/GregBittar/status/842894130388877312 >. access on 25 September 2017.


Keywords: digital asset management service, investment in underrepresented founders, initial coin offerings, digital currency rules, economics in governance, organization in governance, governance in contradiction, risks in governance, production in practice, economics principles, cognitive capitalism, international coordination, cryptocurrency scheme, economic decision, payment channels, connected governance, global cooperation, cryptoeconomics, settings, episteme, opportunity, correction, corruption, threats


Palavras-chave: atualização profissional


Outcomes: player types in games, collateral virtual channel, systems in authority, level of governance, model assessment, core execution, reality check, 2017, Global Challenges Foundation


(1) Hall, Abigail. Marxism on the Menu: Why This Communist Restaurant Failed. This is what happens when you open a “collective” diner with murderous tyrants painted on the walls, December 27, 2016. Available from < https://fee.org/articles/marxism-on-the-menu-why-the-communist-restaurant-failed/ >. access on 27 September 2017.

(2) Stark, Josh. Making Sense of Cryptoeconomics, Aug 19, 2017. Available from < https://www.coindesk.com/making-sense-cryptoeconomics/ >. access on 27 September 2017.

(3) Governance. Available from < https://en.wikipedia.org/wiki/Governance >. access on 30 January 2017.

(4) Episteme. Available from < https://en.wikipedia.org/wiki/Episteme >. access on 28 July 2017.

(5) Rules for Participation in the Competition Global Challenges Prize 2017 - A New Shape. Arranged by the Global Challenges Foundation. Available from < https://globalchallenges.org/en/the-prize/criteria >. access on 27 September 2017.

(6) Chia, Robert; MacKay, Brad. Post-processual challenges for the emerging strategy-as-practice perspective: Discovering strategy in the logic of practice. Human Relations, Vol. 60(1): 217-242, The Tavistock Institute, SAGE Publications, 2007.

(7) Lengnick-Hall, C.; Wolff, J. Similarities and contradictions in the core logic of three strategy research streams. Strategic Management Journal, 20: 1109-1132, 1999. Available from < http://doi.wiley.com/10.1002/(SICI)1097-0266(199912)20:12%3C1109::AID-SMJ65%3E3.0.CO;2-8 >. access on 5 February 2009.

(8) Systems in authority: Updating governance. Remodelling Global Cooperation: Claims in practice 2017. Forming a coalition of people to develop a competition entry, 27 September 2017. Available from < http://www.ilanet.com.br/cgi-local/portal/bin/view/Ilanet/SystemsInAuthority?skin=print.pattern >. access on 27 September 2017.

(9) Rules for Participation in the Competition Global Challenges Prize 2017 - A New Shape. When the Global Challenges Foundation chose to extend the competition deadlines [...] . Arranged by the Global Challenges Foundation. Available from < https://globalchallenges.org/en/terms >. access on 27 September 2017.

(10) Implementing Electronic Government: 4.0 Self Assessment of Local E-Organisation. The council has endorsed the e-organisational model as a framework within which local authorities and other public service providers can develop their own e-government agendas. Available from < http://www2.halton.gov.uk/pdfs/councilanddemocracy/councilplans/ieg2statement >. access on 27 July 2003.

(11) Maggi, B. Do agir organizacional: Um ponto de vista sobre o trabalho, o bem-estar, a aprendizagem [De l'agir organisationnel. Un point de vue sur le travail, le bien-être, l'apprentissage], São Paulo: Editora Edgard Blücher, 2006.

(12) Strauss, A.; Corbin, J. Basics of Qualitative Research Techniques and Procedures for Developing Grounded Theory, 2 ed. Thousand Oaks: Sage Publications, 1998.

(13) Heeter, Carrie; Magerko, Brian; Medler, Ben; Fitzgerald, Joe. Game Design and the Challenge-Avoiding Impression Manager Player Type, July 12, 2008. Available from < http://adam.cc.gatech.edu/wp-content/uploads/2010/07/challenge-avoider-meaningfulplay.pdf >. access on 21 July 2013.

(14) Investment strategy assessment: Systems in authority. Remodelling Global Cooperation: Claims in practice 2017. Forming a coalition of people to develop a competition entry, 27 September 2017. Available from < http://www.ilanet.com.br/cgi-local/portal/bin/view/Ilanet/InvestmentStrategyAssessment?skin=print.pattern >. access on 27 September 2017.

(15) Deontic logic. Available from < https://en.wikipedia.org/wiki/Deontic_logic >. access on 18 March 2017.


https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&q=%22updating+governance%22&btnG=&lr=

-- GregorioIvanoff - 21 Aug 2017
to top


Direitos de cópia © 1999-2017 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2017 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback