Skip to topic | Skip to bottom
Home
Ilanet
Working on page action in claims



  • Página sem formatação (Page without formatting)?
  • Clique (Click) em Visualizar impressão (Print Preview).



Express Persona
Ilanet Ágora
Main Blog

  • Linux Powered

  • Download Mozilla Firefox Browser

  • Use OpenOffice.org

Ilanet.DemonstracoesContabeisr1.11 - 09 Dec 2016 - 21:57 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions

ILAnet


Lei 11.638 - Balanços de 2008 já devem seguir nova lei

18 Setembro 2008


Fonte: Gazeta do Povo, Real Assessoria Empresarial. Disponível em < http://www.realassessoria.com/noticias.php >. Acesso em 14 dez. 2009.


Uma das primeiras modificações da lei 11.638 foi estender para outros tipos de empresas, como as limitadas, regras que eram válidas somente para sociedades anônimas. "A partir de agora, nós temos um conjunto mais robusto de normas que devem ser seguidas por todas as empresas que tenham uma contabilidade formal e legal", avalia o sócio da Ernst & Young, Marcos Quintanilha. As demonstrações referentes ao ano de 2008 já devem ser apresentadas de acordo com as novas determinações.

Este grupo mais "robusto" de normas, explica Quintanilha, não é conflitante com outras regras definidas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) - dois órgãos que também são responsáveis por normatizar a contabilidade. As mudanças abordam aspectos mais simples do universo contábil - como câmbio e fluxo de caixa - e outros um tanto áridos, como a "redução ao valor recuperável de ativos".

Este tópico estabelece que as empresas devem contabilizar um ativo de acordo com o valor que pode ser recuperado com ele. O valor de uma máquina, por exemplo, será descrito no balanço de acordo com o lucro que pode proporcionar, ou de acordo com o que o mercado pagaria por ela - e não mais pelo valor pago. "A contabilidade deixa de olhar para o passado e passa a estar no dia-a-dia da empresa, registrando fatos ocorridos e previsões futuras", diz o sócio da KPMG, Jaime Cervatti.

O texto da lei apresenta as mudanças, mas não determina como as empresas deverão segui-las. "Como toda lei, ela não é extensiva sobre como aplicar determinado procedimento. Ela menciona um breve resumo do conceito e, no fim de tudo, diz que os órgãos reguladores brasileiros iriam emitir normas detalhadas para aplicação daquelas modificações", diz Quintanilha.

Esta regulamentação da lei está a cargo do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), um órgão formado por diversas entidades, como o Conselho Federal de Contabilidade, a Federação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), da Universidade de São Paulo, e a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), entre outras.

Faltando três meses para o fim do ano, o CPC emitiu apenas três pronunciamentos, dentre 10 a 12 pontos que foram modificados na contabilidade brasileira com a nova lei. Alguns itens que ainda precisam de regulamentação causam polêmica entre profissionais do setor, como é o caso da demonstração de ativos intangíveis - como a mensuração do valor de uma marca ou do "capital intelectual" de uma empresa. "A lei saiu com quatro páginas, mudando tópicos que podem render, sozinhos, livros de 500 páginas. Os órgãos de classe estão se movimentando [para compreender as normas e se adequar a elas], mas não podem ser mais rápidos que os pronunciamentos dos próprios órgãos reguladores", diz Cervatti.

Há ainda a questão das subvenções governamentais e incentivos fiscais, que podem ter efeito no valor dos impostos a pagar pelas empresas. Até o momento, estes itens não eram contabilizados no resultado da empresa. "A nova lei diz que os incentivos passarão para o resultado, e aí o Fisco tem que se pronunciar sobre a tributação ou não-tributação do incentivo que passou para o resultado da companhia", explica Cervatti. Segundo ele, o assunto está em estudo no governo.


Palavras-chave: mercado de câmbio, evidenciação, identificação, pronunciamentos contábeis, escrituração contábil digital, redução ao valor recuperável de ativos, Lei 11.638, Comitê de Pronunciamentos Contábeis, demonstração de ativos intangíveis, mensuração do capital intelectual, subvenções governamentais, incentivos fiscais, valor dos impostos a pagar pelas empresas, resultado da empresa, organização contábil, conciliação em processo, imposto de renda, economia das pequenas e médias empresas, comissão de valores mobiliários


Declarações da Pessoa Jurídica. Receita Federal. Disponível em < http://www.receita.fazenda.gov.br/Principal/Informacoes/InfoDeclara/declaraPJ.htm >. Acesso em 12 dez. 2009.

Fornecimento de Programas Pessoa Jurídica. Disponível em < http://www.receita.fazenda.gov.br/Download/ProgramasPJ.htm >.

Receita Federal. Disponível em < http://www.receita.fazenda.gov.br >.


http://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&lr=&q=%22declara%C3%A7%C3%A3o+de+imposto+de+renda%22+%22pessoa+jur%C3%ADdica%22+estoque+valor+saldo&lr=


http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=Lei+11.638+%22capital+intelectual%22+%22ativos+intang%C3%ADveis%22&btnG=Pesquisar&meta=&aq=f&oq=


http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=%22assinatura+digital%22+declara%C3%A7%C3%A3o+%22certificado+digital+v%C3%A1lido%22+%22escritura%C3%A7%C3%A3o+cont%C3%A1bil+digital%22+%22capital+intelectual%22&btnG=Pesquisar&meta=&aq=f&oq=


Number of topics: 14


Ágora

Number of topics: 1


Express

Number of topics: 0


Persona

Number of topics: 0


Pipl

http://pipl.com/directory/tags/Contabilidade

-- GregorioIvanoff - 14 Dec 2009
to top


Direitos de cópia © 1999-2018 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2018 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback