Skip to topic | Skip to bottom
Home
Persona
Trabalhando na página caderno



  • Página sem formatação (Page without formatting)?
  • Clique (Click) em Visualizar impressão (Print Preview).



Express Persona
Ilanet Ágora
Main Blog

  • Linux Powered

  • Download Mozilla Firefox Browser

  • Use OpenOffice.org

Persona.DesenvolvimentoDeEmpreendimentosCircensesr1.13 - 02 Sep 2017 - 15:53 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions
IVANOFF, Mikhael Scheidemantel. A categorização de grupos étnicos em análise de pequeno extrato de mobilidade social no Brasil: Um exemplo regional do desenvolvimento de empreendimentos circenses. Professor: Janea Policarpo; Os principais grupos étnicos do Brasil e suas principais contribuições para a cultura e para a economia: A distribuição desses grupos no Território Brasileiro; Introdução, Desenvolvimento, Conclusão, Blibliografia; Trabalho de Geografia, Anexos, 2o. ano do Ensino Médio, Brasil, 15 jul. 2015.


Introdução


A atividade de pesquisa social descrita neste texto pretende elaborar, sob a perspectiva de desenvolvimento em diferenças, a produção de uma conexão de desenvolvimento em diferenças. Uma simplificação da metodologia grounded theory, ou teoria fundamentada nos dados, foi aplicada na atividade. A categoria central remete à proposta de educação em práticas, adotando prática apenas como circunstância sempre presente e vital para negociar com o mundo que nos rodeia, a partir de Robert Chia.

Um exemplo específico de conexão de desenvolvimento em diferenças é apresentado em BOSH (2015) com a proposta de Circo-conhecimento, segundo o autor: "desenvolvido na APAE pela artista e professora Marta Guimarães".

A elaboração do trabalho segue corrente particular de pesquisa sobre a construção de identidades em jogos (identity construction in games), corrente esta produzida pela rede social à qual o autor pertence.

A partir de amostragens produzidas na corrente particular de pesquisa em jogos identifica-se grupos de pessoas [e respectivos elementos] que apresentam vários elementos em comum: Mendigos virtuais; assalto; denúncia de abusos; bullying virtual; pedintes criativos; arrastão; arruaceiros virtuais; fogo amigo; ruídos; racismo. De acordo com o Know Your Meme, site que reúne conceitos que se espalham na web, o "huehuehue" e o "gibe moni plox [or i report yu]" ("me dá dinheiro, por favor") começaram a ser usadas, em 2003, no RPG para multijogadores "Ragnarok Online". Na época houve uma grande guerra entre jogadores brasileiros e estrangeiros. (ORRICO, 2013).

A possibilidade de novos grupos de pessoas em jogos orientou a busca por alternativas em outras direções de virtualidade tecnológica reduzida. A eleição do Deputado Tiririca e relatos sobre seu trabalho para a inserção social de grupos itinerantes forneceu orientação específica para a pesquisa social descrita neste texto.

A abordagem adotada para etnias é: "do grego ethnis, significa povo. Esse termo se refere a um grupo de pessoas que apresenta vários elementos em comum, tais como a cultura, língua, história, valores, semelhanças físicas, entre outros. No entanto, alguns pesquisadores contestam essa classificação, alegando a utilização de elementos superficiais – um idioma, por exemplo, pode ser utilizado por diversos grupos étnicos diferentes" (EscolaKids.com, 2015).

Alguns textos de apoio à atividade foram impressos e constam da versão do trabalho em papel, com as devidas marcações de conceitos, seguindo a proposta da metodologia de pesquisa adotada.


Desenvolvimento


Considerando o objetivo específico de produção de uma conexão de desenvolvimento em diferenças e a orientação geral para a elaboração do trabalho, atenção prioritária foi dada à questão da educação em práticas. Esta proposta pretende suavizar e promover a imersão em questões de complexidade abstrata ampliada como a aplicação da categorização de grupos étnicos na análise contribuições para a cultura e para a economia, a conceituação de distribuição de grupos no território nacional, a abordagem de mobilidade social no Brasil.

Nessa linha são percebidas na prática a inserção da etnicidade em questões de valor (Wikipedia, 2015); a preocupação em não priorizar postura determinística, permitindo variabilidade dos conceitos e valoração de abordagem; o interesse pelo valor da abordagem da etnicidade; a consideração de fenômenos como a globalização e a interconexão de redes; as diferentes possibilidades de orientação epistemológica para a categorização de grupos étnicos no Brasil.

Um texto principal de referência (BOSH, 2015) foi identificado utilizando como base os principais ingredientes de interesse e motivação apresentados anteriormente. Uma verificação cuidadosa foi realizada para ressaltar os principais ingredientes de interesse no texto. O aspecto mais importante foi considerado a indicação da proposta de Circo-conhecimento, "desenvolvido na APAE pela artista e professora Marta Guimarães".

Na linha de projeto social de circo e de espetáculos híbridos de teatro e circo a partir de contato e instrução, o texto identifica também o projeto 'Navegando no Rio dos Sonhos' "que teve repercussão nacional e perdura até hoje com sucesso e continuidade". Segundo o autor, o projeto "conta em cada edição com artistas convidados de todo o estado do Mato Grosso do Sul". O texto destaca também o projeto social ministrado na aldeia indígena Jaguapirú e Bororó.

Na década de 80, o autor destaca o pioneirismo em cinema e circo mambembe no estado e as origens de famílias de integrantes de movimentos circenses, austríaca e mexicana.

Pequenas companhias, grandes circos e vários outros empreendimentos são descritos em região que era rota de comércio, importação e exportação, "o que favorecia a passagem de grandes Companhias de Circo do país e dos países vizinhos principalmente". "A cultura local [do novo estado do MS] nascia juntamente com a manifestação circense ou por sua influência". "Talvez tenha começado ali a história do Circo e dos artistas circenses do estado novo [sobre a criação do estado do Mato Grosso do Sul].

O autor identifica momentos distintos da manifestação do circo na região considerando a história do circo e a divisão do estado como "um marco que além de questões econômicas visou o crescimento e fortalecimento das culturas". Aponta que a cultura local é uma mistura de várias contribuições das migrações ocorridas em seu território, manifestando-se na culinária (pratos e bebidas), nos símbolos, nas músicas, nas danças, "entre outros, são além de palavras, costumes típicos locais e fazem parte da atividade diária da população, seja em pequenas ou grandes comunidades, povoando o imaginário e formando a identidade sul-matogrossense".

O autor aponta que a "economia do Mato Grosso do Sul está baseada na produção rural, indústria, extração mineral, turismo e prestação de serviços, com infra-estrutura e localização geográfica favorável para o estado exercer o papel de centro de redistribuição de produtos oriundos dos grandes centros consumidores para o restante da região Centro-Oeste e a região Norte do Brasil. [...] [o estado] faz ainda fronteira com dois países sul-americanos (Bolívia e Paraguai), uma vez que se situa na rota de mercados potenciais de toda a zona ocidental da América do Sul e se comunica com a Argentina através da Bacia do Rio da Prata, dando também acesso ao oceano Atlântico e ao Pacífico através dos países andinos, como Bolívia e Chile".

Finalmente o autor aponta que a população do estado de Mato Grosso do Sul "tem crescido a altos níveis desde a década de 1870, mais é entre 1940 e 2008, que vemos o maior crescimento populacional do estado, devido em sua maioria pelos imigrantes oriundos dos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo e imigrações de países como Alemanha, Espanha, Itália, Japão, Paraguai, Portugal, Síria e Líbano. O estado é o segundo do Brasil em número de habitantes ameríndios, de várias etnias, entre elas, Atikum, Guarany [Kaiwá e Nhandéwa], Guató, Kadiwéu, Kamba, Kinikinawa, Ofaié, Terena, Xiquitano. O grande número de descendentes de ameríndios e de imigrantes paraguaios, que em sua maioria têm como ancestrais os índios guaranis, são dois fatores que contribuem para a alta porcentagem dos chamados 'pardos' na população do estado de Mato Grosso do Sul. Já a ascendência afro-brasileira desse grupo étnico não é tão numerosa quanto a indígena. Fato fundamental e característico que marca a fisionomia da região".


Conclusão


A educação em práticas busca favorecer o desenvolvimento em diferenças. Com a identificação da atividade circense é possível tratar assuntos abstratos como a aplicação da categorização de grupos étnicos e a sua relação com a mobilidade social, a cultura e a economia, promovendo a imersão e a percepção dos aspectos mais importantes e estabelecendo condições mais favoráveis de motivação.

A proposta de Circo-conhecimento colabora para concretizar a conexão de desenvolvimento em diferenças permitindo utilizar toda a força da atividade circense no desenvolvimento do conhecimento sobre a prática da geografia.

A utilização da proposta de conexão de desenvolvimento em diferenças permite promover experiências em regiões de aprendizagem diversificadas: fluência; matemática; ciência e tecnologia; diversidade; saúde e bem-estar; arte e concepção.


Palavras-chave: comunidades de parques de diversões, experiência em conhecimento, comunicação em restrição, educação em práticas, mobilidade em diferenças, desenvolvimento em diferenças, aprendizagem em regiões, artistas de circo, grupos itinerantes, inserção social, globalização, geografia, percepção, circo, ciganos


Keywords: identity construction in games, written rhythms, phonological unawareness, grounded theory, rhythm


Bibliografia


BOSH, Anderson. Panorama Histórico do Circo em Mato Grosso do Sul: Da divisão do Estado aos anos 2000 - 30 anos de história. Disponível em < http://panoramahistoricodocircoemms.blogspot.com.br/ >. Acesso em 14 jul. 2015.

CHIA, Robert. Strategy-as-practice: reflections on the research agenda. European Management Review, 1, 2004.

CHIA, Robert; MACKAY, Brad. Post-processual challenges for the emerging strategy-as-practice perspective: Discovering strategy in the logic of practice. Human Relations, Vol. 60(1): 217-242, The Tavistock Institute, SAGE Publications, 2007.

Chocolat (2016 film). Available from < https://en.wikipedia.org/wiki/Chocolat_%282016_film%29 >. access on 2 September 2017.

EscolaKids.com. Etnias. Disponível em < http://www.escolakids.com/etnias.htm >. Acesso em 14. jul. 2015.

Etnicidade. Wikipedia. Disponível em < https://pt.wikipedia.org/wiki/Etnicidade >. Acesso em 14 jul. 2015.

Folhapress. Tiririca estende o Minha Casa Minha Vida para trailers: Projeto do deputado pretende beneficiar grupos itinerantes, como artistas de circo, ciganos e comunidades de parques de diversões, 14 de julho de 2013. Disponível em < http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/tiririca-estende-o-minha-casa-minha-vida-para-trailers-c714ik804bcddtwzmvz09abta >. Acesso em 14 jul. 2015.

ORRICO, Alexandre. Barbárie nos games on-line tem solução, diz pesquisador. São Paulo, 20 mai. 2013. Disponível em < http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/05/1280749-barbarie-nos-games-on-line-tem-solucao-diz-pesquisador.shtml >. Acesso em 21 jul. 2013.

STRAUSS, A.; CORBIN, J. Basics of Qualitative Research Techniques and Procedures for Developing Grounded Theory, 2 ed. Thousand Oaks: Sage Publications, 1998.

-- MikhaelIvanoff, RoseliIvanoff, GregorioIvanoff - 14 Jul 2015
to top


You are here: Persona > Identidade > Categorizacao > DesenvolvimentoDeEmpreendimentosCircenses

to top

Direitos de cópia © 1999-2017 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2017 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback