Skip to topic | Skip to bottom
Home
Express



  • Página sem formatação (Page without formatting)?
  • Clique (Click) em Visualizar impressão (Print Preview).



Express Persona
Ilanet Ágora
Main Blog

Endow Dotar

  • Linux Powered

  • Download Mozilla Firefox Browser

  • Use OpenOffice.org

Express.FabricasDeSoftwarer1.4 - 19 Jul 2018 - 16:13 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions

Express


Fábricas de Software


Por Cezário Luiz Bergonzini


Breve histórico


O termo Fábrica de Software (SF = Software Factory) originou-se na década de 60 sem conceitos claros. Consistia em fazer aplicações (programas) para atender ao incipiente e restrito mercado dos primeiros computadores, grandes e caros. Na década de 70, entre 1975 e 1978, ressurgiu no Japão um novo conceito para SF, inclusive com outsourcing (terceirização), e foi hegemônico de 81 a 87. Após isto outros conceitos ganharam força nos Estados Unidos, e na Europa, sobre o mesmo tema, com embasamentos mais elaborados. Na visão da indústria americana, em 93, foi definido o conceito baseado na maturidade (CMM).


Maturidade


A Software Engineering Institute (SEI) criada em 1984 e localizada na Carnegie-Mellon University em Pittsburgh na Pensilvânia (EUA), com o apoio do Departamento de Defesa deste pais, desenvolveu o conceito de Capability Maturity Model ou simplesmente CMM para definir e melhorar a capacidade e a maturidade dos processos das organizações baseado nas melhores práticas no mercado de software.

Este conceito abrange entre outras definições que a produção de software (SW-CMM) e a engenharia de software (SE-CMM) tem definidos níveis para esta maturidade, sendo eles:

  1. (inicial),
  2. (repetível),
  3. (definido),
  4. (gerenciado),
  5. (otimizado).

Existem menos de 200 empresas no nível 5 no mundo e no Brasil algumas empresas já chegaram no nível 3 e ainda não passaram disto. Atualmente a SEI está propondo a substituição do CMM pelo Capability Maturity Model Integration (CMMI), por ser mais abrangente e este modelo é a integração de SE, SW, IPPD (Integrated Product and Process Development) e SS (Supplier Sourcing). Existem menos de 20 empresas com nível 5 de CMMI.


Quem está na frente atualmente nesta área?


Apesar de ter sido definido pelos Estados Unidos, a forma atual do SF é a Índia que está recebendo os holofotes e segundo o New York Times se tornou referência mundial. Pela revista Fortune 30% das principais empresas do mundo usam SF deste outro país.

Este país tem 3 empresas com SEI CMM nível 5 em cada 4 existentes no mundo e segundo a SEI 80% das empresas de software ainda estão no nível 1 de maturidade.

A India é o segundo maior exportador de software do mundo e esta atrás apenas dos EUA , e que tem, ainda, o maior número de empresas com ISO 9000.

Exporta software para 95 países e tem comunicação excelente com o resto do mundo, tanto via satélite quanto por cabos submarinos.

Os indianos têm excelente nível técnico e têm o inglês como segunda língua, o que é um fator muito importante. Segundo uma estatística recente, 40% das novas estrelas do Vale do Silício (EUA) são indianos.

A Índia um país continental, com uma enorme população, com grande grau de excelência em muitas áreas, infelizmente não na social, pois ocupa o 127º lugar do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), para efeito de comparação: o Brasil ocupa a 72º lugar. Segundo Andy Grove, húngaro fundador e principal dirigente da Intel, a Índia ultrapassará os EUA em 2010, tanto na área de vendas, quanto na área de serviços de software.


Razão do sucesso


Podemos dizer que este sucesso se deve a uma visão do governo, que criou, através de um departamento (ISI - Índia Software Industry) regras que protegeram o mercado interno de software, e um outro (DOE – Department of Eletronics) que deu apoio à capacitação da mão-de-obra para o mercado interno de software. Com as dificuldades no mercado interno, naturalmente, as empresa voltaram-se para a exportação. Com isto o brinco da princesa se tornou, para o mercado mundial, exatamente a Fábricas de Software, com um nível elevado de qualidade. Graças, também, a uma política salarial baixa para os padrões dos países de ponta, apesar de ser alta em relação a outros países em desenvolvimento. Em conformidade com o que foi dito, vejamos abaixo o salário médio anual de alguns países:


Valores US$/ano


Cargo EUA GB Grécia Índia Armênia Brasil
Líder - Projeto 79.000 57.000 36.000 35.000 4.800 36.000
Analista – Negócios 55.000 54.000 43.000 32.000 2.400 24.000
Analista – Sistemas 70.000 49.000 23.000 21.000 2.400 24.000
Programador Desenv 60.000 42.000 20.000 12.000 2.400 19.000
Programador Suporte 54.000 36.000 23.000 12.000 2.400 16.000
Analista de BD 73.000 32.000 36.000 26.000 2.400 22.000
Analista Documentação 69.000 36.000 23.000 12.000 1.200 -x-

“Information Technologies” report by Arcas Group. April 2000 (exceto Brasil)

E para qual país vocês imaginam que estão concentradas as exportações? Nada mais nada menos que 65% das exportações vão para o Uncle Sam. Futuro do mercado Então tudo é paraíso para a Índia? Quase! Pois os chineses, que não tem a qualidade de serviço dos indianos, ainda, segundo estimativas, podem mudar este panorama na próxima década, concorrendo diretamente com os indianos. Bom isto já é outra história e quem viver, verá.


Processo: conduta em produção


Aprendizado e crescimento: ação em análise


Palavras-chave: projetos em negócios, maturidade em projetos


Consultas (efetuadas em Agosto/2004):


Abbacus Technologies, site acessado em 15/08/04, http://www.abbacustechnologies.com/

BBC - Friday, 17 August, 2001, 12:12 GMT 13:12 UK http://news.bbc.co.uk/1/hi/business/1496358.stm

CARMEL, Erran. Artigo comparando salários médios (2001): http://www.american.edu/carmel/hs9920a/ armenia/softwaredevelopment_in_armenia.htm

ComputerWorld: “Made in India” a new sign of software quality. FEBRUARY 28, 2000 http://www.computerworld.com/news/2000/story/0,11280,41512,00.html

COSTA, Ivanir: Fábrica de Software para proposta de uma fábrica padrão Brasil http://www.poli.usp.br/pro/procsoft/tproepusp03.pdf

KONANA, Prabhudev e Balasubramanian; Sridhar. Frontline - Volume 19 - Issue 02, Jan. 19 - Feb. 01, 2002 India as a Knowledge Economy: Aspirations versus Reality. http://www.flonnet.com/fl1902/19020650.htm

MEIRA, Silvio e ALBUQUERQUE, Jones. Fábrica de Software – Princípios, conceitos e ilusões – 2004 http://www.cin.ufpe.br/~in953/slides/es2004-1FabricasConceitosIlusoes.ppt

Software Engineering Institute, Disponível em http://www.sei.cmu.edu Acessado em 06/09/04


Number of topics: 15


Persona

Number of topics: 4


ILAnet

Number of topics: 122


Ágora

Number of topics: 18


Efficiency


Efficiency / Eficiência   Community / Comunidade
  Twitter Pipl
  Annual report / Balanço anual  
  Research social networks / Redes sociais de pesquisa Wikipedia
Personality / Individualidade   Sociability / Sociabilidade

-- GregorioIvanoff - 10 May 2007
to top


You are here: Express > Express > GestaoDeProjetos > FabricasDeSoftware

to top

Direitos de cópia © 1999-2019 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2019 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback