Skip to topic | Skip to bottom
Home
Agora
Agora.ResultadosEmArticulacaoSocialr1.9 - 24 Jun 2019 - 15:41 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions

Ágora


Indicadores da redução do Coeficiente de Gini


A tese central apresentada por Bernardo TORO para a articulação social busca tornar possível a dignidade humana, a governabilidade e o estado social de direito. Segundo o autor, "fazemos alianças para o projeto" que cria dignidade e governabilidade e faz possível uma nação em estado social de direito.

TORO propõe que a dignidade humana seja interpretada como "tornar possível e cotidiano os direitos humanos para todos" e argumenta "O único projeto importante pelo qual existe uma sociedade é a dignidade humana; não é a soberania, não é a guerra, não é o dinheiro, não é a religião, não. O único projeto humano que explica o estado, o esporte, a religião, a ciência, a universidade, as instituições, a empresa, o único projeto importante de uma sociedade é como possibilitamos dignidade humana".

Segundo TORO, a governabilidade é:

"a capacidade de uma sociedade se ordenar a si mesma a fim de buscar propósitos coletivos que contribuam para a dignidade humana. É a sociedade que proporciona ordem a si mesma. Ordem é quando uma sociedade decide como quer ser governada, por quem quer ser governada. Ninguém pode prover ordem a uma pessoa; cada pessoa obtém ordem se ela se ordena a si mesma, se ela se auto-organiza. Cada pessoa somente é livre quando é capaz de se dar ordem. A liberdade não é possível sem a ordem, mas a única ordem que produz liberdade é aquela que eu mesmo me imponho".

Segue o autor:

"Não é possível para nenhuma sociedade que alguém de fora determine a ordem. É a sociedade que se dá liberdade. Quando a sociedade decide se auto-ordenar, ela está se dando liberdade, se está dando auto-regulação; está se dando norte ético; então, nasce a governabilidade. Na articulação dos três setores [a empresa, as organizações sociais e o estado], este é um dos bens mais importantes da sociedade: a governabilidade".

Para TORO, o estado social de direito adquire significado quando, como estado e sociedade, somos capazes de construir juntos a dignidade humana.

O autor argumenta que "o estado é a síntese das contradições da sociedade", na medida que "deve representar, proteger e dirimir, em igualdade de condições, os interesses e conflitos de todos os setores da sociedade".

TORO apresenta sua proposta de articulação social apontando fatores que viabilizam a articulação dos três setores - a empresa, as organizações sociais e o estado - e afirmando que estes fatores devem ser administrados ao mesmo tempo. São considerados fatores de articulação social: ética, política, organização, comunicação, educação, arte, espiritualidade.

TORO argumenta que "temos a tendência de acreditar que com a educação podemos mudar a sociedade; a educação por si mesma não muda a sociedade, mas nenhuma mudança é possível sem educação". O autor reforça que cada um dos fatores de articulação social necessita dos outros seis. TORO indica as razões de ser para os fatores de articulação social: "a ética é o problema dos direitos humanos", "a razão de ser da política são os interesses; a educação é o problema do saber; a arte é o problema da estética; e a espiritualidade é o problema da transcendência".

TORO indica o coeficiente de Gini como o indicador mundial que mostra o grau de desigualdade. Segundo o autor, o ideal seria diminuir o coeficiente dos atuais 57 para 28 ou 20, indicando que a riqueza está distribuída de acordo com os níveis da população e que as variáveis do desenvolvimento humano - energia, moradia, segurança, informação, água, saúde, consumo, conhecimento, representação e emprego - estão mais bem resolvidas.


Processo: articulação social em resultados


Aprendizado e crescimento: estado social de direito, dignidade humana, governabilidade


Palavras-chave: resultados em produção de conhecimento, articulação social em balanço, desenvolvimento humano, articulação social, educação distribuída


Brasil: avanço no Brasil


TORO, Bernardo. A empresa, as organizações sociais e o estado: Uma articulação necessária. Banco Real, Fundamig.

TORO, Bernardo. Relações Intersetoriais: Um novo modelo de gestão para o desenvolvimento sustentável. In: SEMINÁRIO NACIONAL RELAÇÕES INTERSETORIAIS, 1., 2006, Belo Horizonte. Conferência Magna. Belo Horizonte: FIEMG, CAO-TS do Ministério Público e Governo do Estado de Minas Gerais, 2006. p. 1 - 12. Disponível em: < http://www.fiemg.com.br/seminario2006/noticias.asp?pg=4&lng=1 >. Acesso em: 23 jul. 2008.


http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=orienta%C3%A7%C3%A3o+soci%C3%A1vel+human%C3%ADstico+resultados+%22em+articula%C3%A7%C3%A3o+social%22&btnG=Pesquisar


Number of topics: 8


Persona

Number of topics: 5


ILAnet

Number of topics: 8


Express

Number of topics: 0


Sociability


Efficiency / Eficiência   Community / Comunidade
  Twitter Pipl
  Annual report / Balanço anual  
  Research social networks / Redes sociais de pesquisa Wikipedia
Personality / Individualidade   Sociability / Sociabilidade

-- GregorioIvanoff - 28 Dec 2014
to top


You are here: Agora > Visao > BrasilEmVisao > DesenvolvimentoHumano > ResultadosEmArticulacaoSocial

to top

Direitos de cópia © 1999-2019 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2019 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback