Skip to topic | Skip to bottom
Home
Agora
Agora.DesenvolvimentoEmDiferencasr1.8 - 13 May 2019 - 02:11 - GregorioIvanoff

Start of topic | Skip to actions

Ágora


Prepare-se para um novo ciclo econômico de macro-inovações


por Gregorio Bittar Ivanoff


Ressalva: O texto a seguir, elaborado em abril de 2006, sofreu alterações em 24 set. 2012. A expressão crescimento econômico foi substituída pela expressão sustentabilidade em diferenças. A expressão crescimento foi adaptada para desenvolvimento. A versão anterior do texto pode ser acessada em versões anteriores da página. Em 26 fev. 2013, a expressão sustentabilidade em diferenças foi transferida para as palavras-chave e em seu lugar foi inserida, ao longo do texto, a expressão novo ciclo econômico de macro-inovações.


Algumas previsões indicam que a partir de 2010 estaremos entrando em um novo ciclo econômico de macro-inovações, que durará cerca de 30 anos. Segundo essas previsões, esse mesmo fenômeno aconteceu antes, em 1900 e em 1955, e foi provocado pela exploração de macro-inovações que se iniciaram respectivamente por volta de 1880 e 1935. Em cada um desses ciclos, a humanidade contabilizou enormes benefícios. Dentre as macro-inovações dos anos 1880 estão a iluminação elétrica, os serviços de telefonia local e de longa distância, a produção em massa de automóveis, os cinemas, os tecidos sintéticos e a aspirina. Dentre as macro-inovações dos anos 1935 estão o transporte aéreo, as rodovias, a televisão colorida, os plásticos, os detergentes. Assistimos mudanças dramáticas com as novas oportunidades de carreira para as mulheres a partir da disponibilidade dos novos eletrodomésticos (considere também a pílula anticoncepcional).

Os ciclos de 55 anos acontecem a partir do surgimento das inovações tecnológicas que favorecem o desenvolvimento de negócios e empresas que, por sua vez, favorecem o início de um novo ciclo econômico de macro-inovações.

Se isso é verdade, o que vem pela frente a partir de 2010? Que temos vivido e acompanhado o surgimento de grandes inovações tecnológicas ninguém duvida. O que se pode argumentar é que essas inovações ainda não formam um conjunto coerente, ou macro-inovação, que possa provocar os benefícios que as gerações anteriores experimentaram. Mesmo assim, já existem sinais instigantes e já podemos fazer apostas de que esse novo ciclo de macro-inovações pode, a exemplo do ciclo que se iniciou em 1955, provocar mudanças muito importantes na área social, em especial no autoconhecimento e na forma como construímos confiança em nossas sociedades.

Só para citar algumas das tendências, e são muitas, temos os conceitos de: sensação de presença (pense nos sistemas de mensagens instantâneas como os da Microsoft, Yahoo e outros); e-mail semântico (que ‘sabe’ sobre seu próprio conteúdo e a melhor hora para interromper o destinatário - veja estudos sobre o pseudo-déficit de atenção); e identidade persistente (que transmite na Net informações sobre uma pessoa, de acordo com critérios que a própria pessoa também estabelece). Na verdade, podemos esperar muito mais a partir de fenômenos tecnológicos e sociais que começam a ficar mais conhecidos como as comunidades virtuais (Orkut, Grupos Yahoo e outras), o software livre (cujo mais importante representante é a Internet e não o Linux), os Blogs (e os ainda pouco conhecidos Wiki’s), a comunicação móvel (as empresas não param de apresentar novidades), a responsabilidade social e ambiental, e muitos outros.

Claro que o novo ciclo de econômico de macro-inovações não vai beneficiar a todos da mesma maneira. Nesse caso, porém, uma reflexão pode ser feita. Se a nova macro-inovação se referir ao autoconhecimento e à construção de confiança, os benefícios serão tanto maiores quanto mais pessoas estiverem envolvidas.

Esse argumento se reforça quando se destacam alguns dos principais fatores que contribuem para o progresso social: o sistema de educação, um ambiente de livre competitividade para as empresas, um bom clima para a pesquisa e desenvolvimento, a alta produtividade no trabalho (junte também equilíbrio com a vida pessoal) e a mobilidade da sociedade.

-- GregorioIvanoff - 08 Apr 2006


Aprendizado e crescimento: envolvimento em sinais


Palavras-chave: mobilidade em diferenças, inovação em sinais, produção em sinais, recursos naturais, entidades coerentes, beneficiários


Brasil: Brasil em perspectiva


http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=orienta%C3%A7%C3%A3o+soci%C3%A1vel+human%C3%ADstico+desenvolovimento+%22em+diferen%C3%A7as%22&btnG=Pesquisar


Number of topics: 10


Persona

Number of topics: 29


ILAnet

Number of topics: 10


Express

Number of topics: 5


Sociability


Efficiency / Eficiência   Community / Comunidade
  Twitter Pipl
  Annual report / Balanço anual  
  Research social networks / Redes sociais de pesquisa Wikipedia
Personality / Individualidade   Sociability / Sociabilidade

-- GregorioIvanoff - 11 Nov 2015
to top


You are here: Agora > EconomiaDoConhecimento > RecursosNaturais > DesenvolvimentoEmDiferencas

to top

Direitos de cópia © 1999-2019 pelos autores que contribuem. Todo material dessa plataforma de colaboração é propriedade dos autores que contribuem.
Ideias, solicitações, problemas relacionados a Ilanet? Dê sua opinião
Copyright © 1999-2019 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Ilanet? Send feedback